Pulseira de pewter ou aço inox com silhueta de orelhas de gato

BIJUTERIA REGULÁVEL COM O DESIGN BEM ORIGINAL – Uma barra chata recortada em zigue-zague revela a silhueta de um par de orelhas de gato em original pulseira – ou bracelete – regulável de procedência francesa. A bijuteria chega ao Brasil a preço bastante alto, mas existe o similar nacional de valor muito mais em conta.

Ler mais

Beija-flor, gatos e conchas como ganchos porta-chaves de pewter

GANCHEIRA TRIPLA DE PAREDE DE INFLUÊNCIA RETRÔ – Três ideias para gancheiras porta-chaves de parede: um beija-flor sugando néctar, um grupo de gatinhos e um conjunto de conchas e caramujos. Os suportes em 3D de influência retrô medem 12 cm e são fundidos na liga pewter de estanho com o acabamento acetinado.

Ler mais

Cães e gatos fundidos em pewter com corpo de rolha de cortiça

METAL COMO PRATA QUE NUNCA ESCURECE

Estes enfeites de cães e gatos, com os corpinhos de rolhas de cortiça, têm cerca de 8 cm de comprimento por 4 cm de altura.

As duas pontas são de uma liga com até 99% de estanho, o metal mais nobre que existe depois da platina, do ouro e da prata.

Ler mais

Cão & gato em pingentes vazados para usar em chaveiro ou colar

SILHUETAS VAZADAS EM LIGA PRATEADA DE PEWTER – Cães e gatos com os seus contornos vazados caem bem para se usar pendurados como pingentes em chaveiros ou até mesmo cordões e colares. Fundidos em série em pewter, como fazemos em nossa fábrica de Petrópolis, no Rio, saem por um custo muito atrativo.

Ler mais

Carinhas de cachorro e gato vazadas em anéis chatos de prata

BIJUTERIAS PET COM O ACABAMENTO ACETINADO – Estes anéis chatos de prata de origem húngara com as simpáticas carinhas de cão e gato são o tipo de presente que, com certeza, fará vibrar de alegria os amantes dos bichos de estimação. O acabamento das bijuterias pode ser acetinado, escovado, fosco ou então polido.

Ler mais

Par de brincos de gato com o rabo articulado e removível

UMA BIJUTERIA VERSÁTIL COM TRÊS OPÇÕES DE USO – A cauda do gatinho fica pendurada por uma argola no pino que atravessa a orelha e presa pela tarraxa. Como o componente anatômico é removível, a usuária ganha três opções de uso: posicionado na frente ou atrás do lóbulo e, se preferir, só a carinha do bichano.

Ler mais